segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Relicário!


Você só descobre que está sozinho quando não tem ninguém pra ligar e dizer como está.
E descobre que alguém te ama quando o telefone toca e alguém deixa um recado no teu portão só pra saber o que você está sentindo...

Relicário

É uma índia com colar.
A tarde linda que não quer se pôr.
Dançam as ilhas sobre o mar.
Tua cartilha tem o "A" de que cor?.

O que está acontecendo, o mundo está ao contrário e ninguém reparou.
O que está acontecendo, eu estava em paz quando você chegou.

E são dois cílios em pleno ar.
Atrás do filho vem o pai e o avô.
Como um gatilho sem disparar, você invade mais um lugar...
Onde eu não vou.

O que você está fazendo?
Milhões de vazos sem nenhuma flor.
O que você está fazendo...
Um relicário imenso deste amor.


Corre a lua porque longe vai?
Sobe o dia tão vertical.
O horizonte anuncia com seu vitral.
Que eu trocaria a eternidade por essa noite...

Porque está amanhecendo?
Peço o contrário: Ver o sol se pôr.
Porque está amanhecendo?
Se não vou beijar seus lábios quando você se for...

Quem nesse mundo faz o que há durar. Pura semente dura o futuro amor.
Eu sou a chuva pra você secar.
Pelo zunido de suas asas você me falou...
O que você está dizendo?
Milhões de frases sem nenhuma cor.
O que você está dizendo?
Um relicário imenso deste amor...

O que você está dizendo?
O que você você está fazendo?
Porque está fazendo assim?
Está fazendo assim...

"A grande diferença está em saber se você é sozinho ou se você está sozinho"

Um comentário:

Alluap disse...

ola!depois d "passear" pelo seu blog, posso dizer finalmente q encontrei as respostas q achava q nao existiam. nao estou sozinha...sempre fui sozinha. ta tudo mto lindo y sentimental.adorei seu blog vou voltar mais vezes... besosss